sexta-feira, 2 de julho de 2010

Brasil perde de virada e é eliminado pela Holanda

Pela segunda Copa do Mundo seguida, o Brasil é eliminado nas quartas de final. Desta vez, perdeu de virada para a Holanda, por 2 a 1, no estádio Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth, nesta sexta-feira. A derrota, certamente, fecha o ciclo da equipe sob o comando do questionado Dunga.
A Seleção Brasileira dominou o primeiro tempo e fez 1 a 0 com Robinho, logo no começo da partida. Perdeu muitas chances depois e foi para o intervalo com a vantagem mínima. Só que, na segunda etapa, os holandeses acordaram e fizeram 45 minutos excelentes.
Ainda no aquecimento, a seleção holandesa sofreu uma baixa. Joris Mathijsen sentiu uma lesão no joelho e foi substituído por Andre Ooijer.
A partida começou extremamente nervosa. Com menos de três minutos, três faltas cometidas e uma discussão entre os jogadores, principalmente Robinho e Mark van Bommel. E o atacante abriu o placar aos sete minutos, só que a jogada já estava parada, Juan roubou a bola no meio campo e tocou para Luís Fabiano, que de primeira lançou Daniel Alves, em posição ilegal, avançar e cruzar para Robinho.
Dois minutos depois, porém, o jogador do Santos marcou de novo. Felipe Melo fez um grande lançamento para Robinho, que passou no meio da defesa holandesa e chutou na saída de Maarten Stekelenburg.
A Holanda, então, passou a atacar mais, buscando jogadas pelas laterais. Aos 15 minutos, Dirk Kuyt tomou a bola de Lúcio e cruzou, mas Van Bommel chegou atrasado e dividiu com a zaga brasileira. Mas aos 24, Juan teve grande chance para ampliar. Daniel Alves, após rebote no escanteio, cruzou da direita e o zagueiro brasileiro pegou muito em baixo na bola e mandou por cima.
Cinco minutos depois, Robin van Persie foi lançado na esquerda e rolou para Arjen Robben, na entrada da área, chutar em cima da defesa. Aí foi a vez do Brasil contra-atacar. Robinho fez grande jogada pela esquerda e Kaká chutou de fora da área, colocado, obrigando Stekelenburg a fazer uma grande defesa.
Nos acréscimos do primeiro tempo, o Brasil ainda teve a chance de fazer o segundo. Kaká, da esquerda, tocou para Daniel Alves, no meio, rolar para Maicon pela direita. O lateral chutou forte, mas a bola foi para as redes pelo lado de fora.
Na segunda etapa, quem chegou primeiro foi a Seleção Brasileira com Luís Fabiano, travado na hora do chute dentro da área. Pouco depois, Wesley Sneijder, que pouco apareceu nos primeiros 45 minutos, teve uma boa chance perto da meia-lua, mas chutou fraco para fora.
Só que dos pés do meia holandês saiu o empate. Aos sete minutos, Sneijder tabelou com Robben e cruzou da direita. Júlio César saiu mal, dividiu com Felipe Melo no ar e a bola desviou na cabeça do volante brasileiro. A Holanda, então, passou a mandar no jogo. Tinham muito mais posse de bola e chegavam ao ataque constantemente.
A melhor oportunidade, no entanto, foi brasileira. Aos 20 minutos, Kaká, da entrada da área, bateu colocada, alta, e a bola passou muito perto do ângulo esquerdo. Só que, quem marcou mesmo, foi a Holanda. Dois minutos depois, Robben cobrou escanteio da direita, Kuyt desviou de cabeça e Sneijder, dentro da pequena área, cabeceou para virar o jogo.
Para piorar a situação, aos 28 minutos, Felipe Melo, descontrolado, fez falta em Robben e, na sequência, pisou na coxa esquerda do atacante holandês. Foi expulso corretamente pelo árbitro japonês Yuichi Nishimura. A Seleção, então, perdeu a cabeça também e passou a discutir com os holandeses em qualquer falta. Enquanto isso, a Oranje tinha a chance de ampliar nos contra-ataques.
Aos 35, após escanteio de Maicon, Lúcio acertou um belo voleio e a bola desviou na defesa holandesa. Depois, em outra cobrança, Stekelenburg evitou um gol olímpico do lateral direito brasileiro. Três minutos depois, Sneijder, cara a cara com Júlio César, desperdiçou grande oportunidade.
No final, apesar do desespero, o Brasil não conseguiu criar chances claras de gol, enquanto a Holanda perdeu um gol incrível, com Klaas-Jan Huntelar, aos 47 minutos. Triste fim para um time que venceu tudo que disputou nos últimos anos, mas falhou em seu maior objetivo.
A Holanda, por sua vez, confirma o futebol eficiente deste Mundial, vence pela 24ª vez seguida e agora aguarda o vencedor de Uruguai e Gana para conhecer seu adversário na semifinal – fase que o time não alcançava desde 1998, quando foi derrotado nos pênaltis pelo Brasil, do jogador Dunga.
Ficha técnica
Holanda 2x1 Brasil
Local: Nelson Mandela Bay, Port Elizabeth
Data: 02/07, sexta-feira
Árbitro: Yuichi Nishimura
Gols: Felipe Melo, contra, aos 7’/2T e Wesley Sneijder aos 22’/2T (Holanda); Robinho aos 9’/1T (Brasil)
Cartões amarelos: Johnny Heitinga, Gregory van der Wiel, Nigel de Jong e Andre Ooijer (Holanda); Michel Bastos (Brasil)
Holanda
1-Maarten Stekelenburg, 2-Gregory van der Wiel, 3-Johnny Heitinga, 13-Andre Ooijer e 5-Giovanni van Bronckhorst; 8-Nigel de Jong, 6-Mark van Bommel, 10-Wesley Sneijder, 11-Arjen Robben e 7-Dirk Kuyt; 9-Robin van Persie (21-Klaas-Jan Huntelaar aos 39’/2T). Técnico: Bert van Marwijk.
Brasil
1-Júlio César, 2-Maicon, 3-Lúcio, 4-Juan e 6-Michel Bastos (16-Gilberto aos 16’/2T); 8-Gilberto Silva, 5-Felipe Melo, 13-Daniel Alves e 10-Kaká; 11-Robinho e 9-Luís Fabiano (21-Nilmar aos 31’/2T). Técnico: Dunga.
Trivela
Foto: Reinaldo Marques/Terra

8 comentários:

  1. foi um bom jogo, pena mais venceu o que aproveitou mais as oportunidades, melhor não achei que houve, mais futebol não tem ja ganhou, tem é que ganhar.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. SAUDAÇÕES!
    GRANDE ROBERTO!
    Só nos resta aguardar a próxima copa...Bola prá frente meu amigo!
    Parabéns pela excelente matéria!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  3. É isso aí minha Roberto !
    Vida que segue , não adianta lamentar .
    Vamos tirar as lições e nos preparar melhor para a próxima copa .

    Uma lição fica bem clara nesta copa : não se ganha somente com "camisa" exemplos aí de Italia , França e agora com o Brasil . É preciso ter um bom futebol para ganhar .

    abs
    Francisco

    ResponderExcluir
  4. Brasil 1 x 0 Holanda! Em comemoração a essa e outras decepções, estou disponibilizando o cartão do PROGRAMA BOLSA PALHAÇO, é só passar lá no blog, fazer um comentário no post do Bolsa Palhaço, deixando o e-mail, que eu mando personalizado com o nome da pessoa ou do blog! É gratis, precisamos difundir essa ideia! É só colar na sua página! Grande abraço!
    http://eticamicina-5mg-3vezes-ao-dia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Principe a nossa seleção foi um fíasco, abdicou de jogar o bom futebol.Abraços

    ResponderExcluir
  6. SAUDAÇÕES!
    Amigo Lison!
    Bola pre frente brasileiros.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. MENEZES vou fazer uma visita e receber o meu cartão.abraços

    ResponderExcluir
  8. Francisco não se ganha com camisa e sim com amor a camisa.abraços

    ResponderExcluir

Obrigado!Volte Sempre