quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Jogador é punido por quebrar perna de goleiro no treino


O zagueiro Domingos está afastado por tempo indeterminado da equipe do Santos. A decisão foi tomada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo em acordo com a diretoria santista após o defensor ter dado um carrinho e machucado seriamente o goleiro Rafael durante o treinamento de quarta-feira à tarde. O jovem sofreu uma fratura nos ossos da tíbia e fíbula e passará por intervenção cirúrgica nesta quinta-feira, em São Paulo.

A diretoria do Santos ainda não se posicionou sobre uma possível multa ao jogador, e nem sobre seu futuro.

Caucaia é bicampeão cearene de futebol feminino


A equipe do Caucaia é bicampeão do II Campeonato Cearense de Futebol Feminino
Caucaia:
Wanderléia, Vevé (Fabíola), Régia, Silvia e Thêsca (De Menor): Simone, Erika, Help, e Maria (Antonia): Vivi (Rosiane) e Rayssa (Yolanda).
Téc. Jardel Rocha

Paraguai vence Argentina e também está na Copa


O Paraguai é o segundo país da América do Sul a se garantir na próxima Copo do Mundo. Depois da classificação do Brasil no sábado, com vitória por 3 a 1 sobre a Argentina, nesta quarta-feira, pela 16ª rodada das Eliminatórias, foi a vez da seleção rojiblanca superar o time albiceleste por 1 a 0 e conquistar a vaga.

Os paraguaios alcançaram os 30 pontos, empatados com a Seleção Brasileira, enquanto os argentinos ficam em situação cada vez mais delicada. O Mundial da África do Sul parece cada vez mais distante do time comandado por Diego Maradona, agora na quinta colocação – posição de repescagem – com 22 pontos. Com vitória sobre a Bolívia, o Equador chegou a 23 pontos, assumindo a quarta colocação.

Na partida disputada estádio Defensores del Chaco, o time da casa foi superior durante todo os 90 minutos de jogo, e criaram muito mais chances do que os visitantes. O gol da vitória do Paraguaio veio aos 28 minutos, em boa jogada de Cabañas. O jogador recebeu na intermediária, e, após tabelar com Riveros, tocou para Haedo Valdez concluir.

A Argentina, sem reação, ainda sofreu o duro golpe da expulsão de Verón, que recebeu o segundo cartão amarelo no começo da segunda etapa. Após o intervalo, os argentinos até tentaram reagir, mas não conseguiram superar a defesa paraguaia, mais fechada após o gol.

Enquanto o Paraguai não precisa mais se preocupar com a classificação para as duas últimas rodadas das Eliinatórias Sul-Americanas, a Argentina apostará todas as suas fichas contra o Peru, no dia 10 de outubro, e contra o Uruguai, quatro dias depois.

www.trivela.com

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Bahrein elimina sauditas em jogo dramático


A seleção do Bahrein arrancou de forma épica sua classificação para a repescagem das Eliminatórias da Copa do Mundo ao empatar por 2 a 2 com a Arábia Saudita, em pleno estádio Rei Fahd de Riad. Os barenitas levaram a melhor pelos gols fora de casa, depois do empate por 0 a 0 no primeiro jogo, e vão disputar com a Nova Zelândia, campeã da Oceania, uma vaga no Mundial de 2010.

A Arábia Saudita, que foi às últimas quatro Copas, saiu na frente com Nassir Al-Shamrani, aos 13 minutos do primeiro tempo, mas o Bahrein chegou ao empate aos 42, com o atacante Jaycee Okwunwanne, nascido na Nigéria.

Precisando da vitória, os sauditas pareciam ter a classificação garantida quando Hamad Al-Montashari marcou o segundo gol, aos 46 minuitos da etapa final. Mas os visitantes não se entregaram, e praticamente no último lance da partida chegou o empate, através de Ismaeel Latif, aos 49.

O Bahrein será mandante no jogo de ida contra a Nova Zelândia, dia 10 de outubro. A partida de volta será no dia 14 de novembro, em Wellington.

Favoritos confirmam seus lugares no Mundial


Inglaterra e Espanha, ambas cotadas entre as favoritas para o título da Copa do Mundo de 2010, confirmaram suas vagas nesta quarta-feira. Os ingleses, que só dependiam das próprias forças, selaram a classificação em grande estilo, goleando a Croácia por 5 a 1 em Wembley. Jogando para o gasto, a Espanha fez 3 a 0 na Estônia, em Mérida, e contou com o tropeço da Bósnia, que empatou por 1 a 1 com a Turquia, para se confirmar.

A Sérvia precisava vencer a França em Belgrado para se classificar por antecipação, mas ficou no empate por 1 a 1, mesmo jogando com um a mais desde o primeiro tempo, com a expulsão do goleiro Hugo Lloris. A Eslováquia fez sua parte, derrotando a Irlanda do Norte por 2 a 0 em Belfast, mas teve de adiar a classificação por causa dos 3 a 0 da Eslovênia sobre a Polônia.

A Dinamarca, outra seleção que tinha possibilidades de classificação na rodada, decepcionou e não passou de um empate por 1 a 1 na visita à Albânia. A vaga não teria chegado nem com vitória, já que a Suécia venceu Malta com um suado 1 a 0. No mesmo grupo 1, Portugal manteve vivas suas chances ao fazer 1 a 0 na casa da Hungria.

Quem deu um grande passo rumo ao Mundial foi a Itália, que bateu a Bulgária por 2 a 0 e abriu quatro pontos de vantagem no grupo 8 sobre a Irlanda, com quem ainda faz o confronto direto em Dublin. Um duelo mais decisivo será o de Rússia e Alemanha, que chegarão ao jogo de Moscou separados por apenas um ponto. Ambas venceram nesta quarta - a Rússia contra o País de Gales e a Alemanha contra o Azerbaijão -, mantendo os alemães à frente no grupo 4.

A Grécia vacilou ao empatar por 1 a 1 com a fraca Moldávia, no grupo 2, e permanece três pontos atrás da líder Suíça, que empatou por 2 a 2 com a Letônia, outra seleção que corre atrás da vaga. Pelo grupo 6, o mesmo da Inglaterra, a Ucrânia perdeu a chance de alcançar a Croácia ao ficar no 0 a 0 com Belarus.

No grupo 9, a Holanda, já classificada, acabou com as esperanças da Escócia ao vencer por 1 a 0 em Glasgow. A Noruega roubou o segundo lugar dos escoceses com a vitória por 2 a 1 sobre a Macedônia, mas terá de esperar os resultados dos outros grupos para conhecer seu destino. Os oito melhores segundos dos nove grupos disputarão a repescagem.

Confira todos os jogos desta quarta-feira pelas Eliminatórias europeias:

Grupo 1
Malta 0x1 Suécia
Albânia 1x1 Dinamarca
Hungria 0x1 Portugal

Grupo 2
Israel 7x0 Luxemburgo
Letônia 2x2 Suíça
Moldávia 1x1 Grécia

Grupo 3
República Tcheca 7x0 San Marino
Eslovênia 3x0 Polônia
Irlanda do Norte 0x2 Eslováquia

Grupo 4
Liechtenstein 1x1 Finlândia
Alemanha 4x0 Azerbaijão
País de Gales 1x3 Rússia

Grupo 5
Armênia 2x1 Bélgica
Bósnia 1x1 Turquia
Espanha 3x0 Estônia

Grupo 6
Belarus 0x0 Ucrânia
Andorra 1x3 Cazaquistão
Inglaterra 5x1 Croácia

Grupo 7
Ilhas Faroe 2x1 Lituânia
Romênia 1x1 Áustria
Sérvia 1x1 França

Grupo 8
Montenegro 1x1 Chipre
Itália 2x0 Bulgária

Grupo 9
Noruega 2x1 Macedônia
Escócia 0x1 Holanda

www.trivela.com

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Felipão é o técnico mais bem pago do mundo


Confira os dez técnicos mais bem pagos:

1) Felipão (Bunyodkor-UZB): R$ 44 milhões
2) José Mourinho (Internazionale-ITA): R$ 29,1 mi
3) Fabio Capello (Seleção inglesa): R$ 23,3 mi
4) Alex Ferguson (Manchester United-ING): R$ 18,5 mi
5) Roberto Mancini (Sem clube e ex-Roma-ITA): R$ 15,9 mi
6) Carlo Ancelotti (Chelsea-ING): R$ 15,9 mi
7) Manuel Pellegrini (Real Madrid-ESP): R$ 14,6 mi
8) Louis van Gaal (Bayern-ALE): R$ 13,8 mi
9) Guus Hiddink (Seleção russa): R$ 13,3 mi
10) Arsene Wenger (Arsenal-ING): R$ 12,7 mi

Confira os 10 motivos para ver os “hermanos” fora da Copa:

1 – Mostrar ao Maradona que não só os brasileiros são melhores, como os uruguaios, equatorianos, chilenos e paraguaios também.

2 - Evitar que os hermanos passem mais uma vergonha ao voltarem mais cedo de uma Copa pela 6ª vez seguida.

3 - Passar 4 anos seguidos zombando os hermanos, deixando bem claro que 5 é maior e não igual a 2.

4 - Dar verdadeiro sentido às dores do tango.

5 - Entender que nem sempre “la mano de dios” funciona.

6 - Mostrar que até o Dunga é melhor que o Maradona.

7 - Depois de perder por 6 a 1 para Bolívia já devia ter sido eliminada sem mais motivos.

8 - Mostrar que a Argentina é, definitivamente, o país do hoquéi na grama feminino.

9 – Aumentar o turismo em Florianópolis e Búzios nos meses de junho e julho de 2010.

10 – São argentinos, precisa de outra razão?

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Jogador de futebol morre após marcar gol contra

O atleta Michal Jezek, de 31 anos, sofreu uma parada cardíaca em campo após marcar um gol contra. Jezek defende uma equipe semiamadora de Praga, capital da República Tcheca, e teria morrido em campo.

"Ele teve um ataque cardíaco e, infelizmente, não conseguimos ressuscitá-lo", afirmou a enfermeira Tereza Janeckova, que prestou atendimento a Jezek, sem sucesso.

domingo, 6 de setembro de 2009

Gana vence Sudão e se garante na Copa


A combinação de resultados foi perfeita e a primeira equipe da África assegurou sua vaga dentro de campo para a Copa do Mundo de 2010. Na rodada das Eliminatórias Africanas, Gana venceu por 2 a 0 o Sudão, e, contando também com o empate em 1 a 1 de Benin e Mali, assegurou sua vaga para o Mundial.

Os Estrelas Negras receberam os sudaneses neste domingo, e contaram com gols dos atletas que atuam na Europa para garantir a vaga. Sulley Muntari, da Internazionale, anotou o primeiro gol, aos 14 do primeiro tempo. Michael Essien, do Chelsea, ampliou aos oito da segunda etapa, e levou Gana aos 12 pontos, em quatro jogos, no topo do Grupo D. É a segunda vez consecutiva que a seleção ganense se classifica para a Copa.

Com Gana, já são oito países garantidos na África do Sul em 2010: a própria anfitriã, além da Holanda, Brasil, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Austrália e Japão.

Na partida anterior, Benin e Mali empataram em 1 a 1 em Cotonou. Aos 28 do segundo tempo, o Mali contou com gol do jovem Samassa, que obteve recentemente autorização da Fifa para jogar pelo país, depois de ter defendido a seleção de base da França. Porém, Aoudou igualou aos 42, deixando os rivais na vice-liderança com cinco pontos, e somando quatro para seu país.
www.trivela.com

Seleção passeia na Argentina e se garante na Copa-2010


LANCEPRESS!

É difícil imaginar um cenário melhor para um duelo contra a Argentina: grande atuação, vitória consistente e vaga garantida na Copa do Mundo de 2010. Pois foi o que aconteceu com a Seleção neste sábado, na vitória por 3 a 1 sobre os hermanos, em Rosário, pelas Eliminatórias Sul-Americanas. Luis Fabiano (dois) e Luisão marcaram para o Brasil; Dátolo descontou.

Uma bela exibição manteve o time de Dunga na liderança das Eliminatórias, com 30 pontos. Com os tropeços de Equador e Uruguai, a Seleção já não pode ficar abaixo da quarta posição, o que lhe garante presença no Mundial da África do Sul.

Já a Argentina está em situação complicada. Ocupa a quarta posição, com 22 pontos, e já vê Equador e Colômbia em sua cola. Para piorar, o próximo adversário será o terceiro colocado Paraguai, na quarta-feira, em Assunção.

O clássico em Rosário foi marcado pela forte marcação, obrigando as duas equipes a dar velocidade ao jogo com rápidos toques. Melhor para a Seleção, com clara vantagem técnica sobre o adversário.

A primeira chance, no entanto, foi da Argentina. Aos 11 minutos, Messi teve instante de folga. Felipe Melo deu espaço para o atacante, que soltou a bomba da entrada da área, à direita do gol de Julio Cesar.

O lance chegou a dar mais confiança aos hermanos - a ponto de bobearem atrás. Aos 23, Elano cobrou falta na área e, em falha bisonha de marcação, Luisão subiu sozinho de cabeça para marcar.

Inteligente, a Seleção manteve a calma para aproveitar novas falhas argentinas. A segunda aconteceu aos 30: Kaká pegou sobra de bola e bateu para o meio da área; Maicon tentou, Andújar não segurou e Luis Fabiano, enfim, completou.

Maradona colocou seu time para cima no segundo tempo, substituindo o apoiador Maxi Rodríguez pelo atacante Agüero. A mudança melhorou a Argentina, que ganhou mobilidade na frente. Seguro, o Brasil seguiu com sua estratégia, apostando em contra-ataques.

Nem mesmo o gol da Argentina, em chute de Dátolo de fora da área, abalou o Brasil. Prova disso é que, em seguida, aos 22 minutos, Luis Fabiano aproveitou lindo passe de Kaká e tocou por cobertura na saída de Andújar: 3 a 1.

O terceiro gol enterrou de vez as pretensões argentinas. Os hermanos ensaiaram uma correria nos minutos finais, mas esbarraram na segurança brasileira. Fôlego gasto em vão.


FICHA TÉCNICA:
ARGENTINA 1 X 3 BRASIL
Estádio: Gigante de Arryito, Rosário (ARG)
Data/hora: 5/9/2009 - 21h30 (de Brasília)
Renda: R$ 2.202.360,00
Árbitro: Óscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abaham González (COL) e Humberto Clavijo (COL)

Cartões amarelos: Mascherano e Verón (ARG); Lúcio, Kaká, Luisão, Luis Fabiano, Felipe Melo e Ramires (BRA)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Luisão, 23'/1ºT (0-1); Luis Fabiano, 30'/1ºT (0-2); Dátolo, 19'/2ºT (1-2); Luis Fabiano, 22'/2ºT (1-3)

ARGENTINA: Andújar, Zanetti, Otamendi, Seba Domínguez e Heinze; Mascherano, Verón, Dátolo e Maxi Rodríguez (Agüero, Intervalo); Messi e Tevez (Diego Milito, 23'/2ºT). Técnico: Maradona.

BRASIL: Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (Daniel Alves, 23'/2ºT) e Kaká; Robinho (Ramires, 23'/2ºT) e Luis Fabiano (Adriano, 31'/2ºT). Técnico: Dunga.

Crédito: EFE