domingo, 29 de novembro de 2009

Náutico toma 5 x 3 do Santo André e está na Série B


Para se manter vivo na luta contra o rebaixamento, o Náutico precisava vencer o Santo André e torcer por outros resultados na tarde deste domingo. Não deu. A derrota por 5 x 3, no Bruno José Daniel, cravou o Timbu na Série B em 2010. Agora, não há matemática que mantenha qualquer esperança. Já o Ramalhão segue vivo na briga para escapar da degola na última rodada do Campeonato Brasileiro. Domingo, o Timbu se despede da elite melancolicamente contra o Avaí, nos Aflitos.
Sair atrás do placar com apenas três minutos de jogo com certeza não estava nos planos de nenhum alvirrubro. Por isso, o gol de Nunes de cabeça foi um duro golpe na esperança da torcida timbu. Funcionou a arma mortal do Santo André. Bola parada de Marcelinho Carioca, seguida de uma eficiente conclusão. O decorrer da partida deixaria claro a deficiência na marcação do sistema defensivo do Náutico.
Um exemplo é o segundo gol do Ramalhão. Livre de marcação pela direita, Wanderley recebeu passe açucarado de Rômulo e tocou na saída de Gledson. A bola foi morrer no fundo da rede. Desencontrado, o time alvirrubro parecia sem forças no gramado. Só mesmo um lance individual para esboçar reação. Foi assim que Carlinhos Bala diminuiu o placar, aos 30 minutos, numa bela cobrança de falta.  

Na reta final do primeiro tempo, bobeira do zagueiro Cláudio Luiz prejudicaria o Timbu. Ao ficar reclamando em vez de olhar pra bola, ele deixou Wanderley escapar nas suas costas e marcar o terceiro do Ramalhão. Uma desatenção imperdoável na cobrança do lateral. 
O segundo tempo seria movimentado. Diante da necessidade, o Náutico se lançou ao ataque. Antes de reagir, porém, ainda sofreria o quarto gol, numa falha pontual do goleiro Glédson. Ele tomou o tradicional frango ao aceitar o chute de muito longe de Rômulo. Apesar da desvantagem, o time alvirrubro negava-se a se entregar. Depois de acertar o travessão, o garoto Anderson Lessa, que substituiu Irênio, marcou o segundo do Náutico. Pouco depois, no entanto, Nunes, novamente de cabeça, faria o quinto do Ramanhão. Quando Ferreira marcou o terceiro do Timbu já não adiantava mais. O Náutico estava rebaixado para a Série B.  
Santo André 5 x 3 Náutico
Santo André
Neneca; Rômulo, Marcel, Vinícius Orlando e Ávine; Ricardo Conceição, Júnior Dutra, Camilo e Marcelinho Carioca (Fernando); Nunes e Wanderley (Rodriguinho). Técnico: Sérgio Soares.
Náutico
Glédson; Patrick, Márcio, Cláudio Luiz e Michel; Nilson, Rudnei (Kuki), Juliano e Irênio (Lessa); Carlinhos Bala e Ferreira. Técnico: Geninho.
Local: Bruno José Daniel. Horário: 16h (do Recife).
Árbitro: Leandro Pedro Vauden (RS)
Assistentes: Marcio Eustáquio Santiago/MG (FIFA) e Paulo Ricardo Silva Conceição/RS 
Gols: Nunes (aos 3 do 1º T e aos 29 do 2º T), Wanderley (aos 19 e aos 36 do 1º T), Carlinhos Bala (aos 30 do 1º T), Rômulo (aos 13 do 2º T) e Ferreira (aos 34 do 2º T)
 DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

2 comentários:

  1. Bom dia :)
    Que sua semana seja repleta de coisas boas
    beijossss

    ResponderExcluir
  2. Adriana um beijão para vc.tenha uma ótima semana

    ResponderExcluir

Obrigado!Volte Sempre